Pó de Estrelas

junho 26, 2008 at 3:30 am (1)

Uma das coisas coisas que sempre me fascinaram são as abstrações.

– É quase que sonhar – as vezes penso.

E a arte expressa desde as cavernas até as animações 3D é uma porta de saída do mundo concreto e sua realidade áspera para um universo dentro de nossas mentes onde tudo pode ser mudado, torcido, arranjado de outro modo totalmente inusitado.

Isso faz pensar no final do livro Mundo de Sofia, em que o filósofo/professor da menina Sofia conclui que somos poeira de estrela.

A Abstração já nos deu capacidade de bolar até um second life. Um mundo dentro de um mundo. E é perfeitamente possível esse universo ser abstração para quem leva a sério a filosofia budista.

Poeira de estrela apenas. Será mesmo????

escrito por: Bruno – 3dgraph – brunoedson80@gmail.com

Link permanente Deixe um comentário

Ajude a sustentar a Wikipédia e outros projetos, sem colocar a mão no bolso, e concorra a um Eee PC!

junho 25, 2008 at 2:23 am (2D)

…e também a pen drives, card drives, camisetas geeks, livros e mais! O BR-Linux e o Efetividade lançaram uma campanha para ajudar a Wikimedia Foundation e outros mantenedores de projetos que usamos no dia-a-dia on-line. Se você puder doar diretamente, ou contribuir de outra forma, são sempre melhores opções. Mas se não puder, veja as regras da promoção e participe – quanto mais divulgação, maior será a doação do BR-Linux e do Efetividade, e você ainda concorre a diversos brindes!

postado por Bruno – 3Dgraph – brunoedson80@gmail.com

Link permanente Deixe um comentário

As curvas que não acabam

junho 4, 2008 at 9:26 pm (2D)

As espirais são curvas que acabam nunca. É a prova cabal que não vivemos em ciclos. Quando se deparar com um devaju, pense bem ! Já viveu esta situação exatamente desse jeito?

As galáxias são espirais em sua maioria, e vivemos na periferia de uma delas.

A água do ralo cai em espirais.

E agora, sua vida cai em suas mãos, em espirais.

escrito por Bruno – 3Dgraph – brunoedson80@gmail.com

Link permanente Deixe um comentário